Ser um Lider como Jesus

video

Projeto Sopão - Resgatando Vidas Para Cristo

Projeto Sopão - Resgatando Vidas Para Cristo
01 - Pb. Emerson Santos (eu)
02 - Dc. Wilson Soares
03 - Cp. Ricardo koyama
04 - Josiane Plinta Santos (Minha Esposa)
05 - Isaura Soares
06 - Selma Koyama
07 - Ricardo








Este foi o inicio de um dos Projetos que mais edificaram meu ministério.

Este projeto deu-de inicio no coração de Deus e em nossos corações nos mês de Maio de 2005.

Depois de um Culto eu, Soares e Ricardo saimos da Igreja que era na frente da minha casa e fomos jantar e conversar, neste dia fomos até umas 4hs da manhã conversando.

E nesta noite começamos a falar de nossos sonhos e projetos, eu queria montar um Albergue, o Soares uma Casa de Recuperação e o Ricardo uma Obra Assistência, lembro desta conversa como se fosse hoje.

Numa determinada hora (ai já não sei de quem foi a idéia), resolvemos juntar os três projetos e formar um por nome de Sopão.

Neste Projeto unificado estabelecemos algumas diretrizes básicas, sobre quem e como atenderiamos, o nosso alvo primário seriam pessoas envolvidas com alcool e drogas, levando-os uma vez por semana (domingo de manhã), à Igreja que u tomava conta (Congregação de Vila Sta Terezinha-Itararé-SP), dariamos um almoço, roupas, fariamos o serviço de Cabeleireiro e Barbeiro e o mais importante Pregariamos a Palavra de Salvação a todos.

Conversamos então com nosso Pastor, Pr Sergio Silva, que orou por nós e nos deu seu aval.

Nosso começo foi dificil, pois não tinhamos instalações e não tinhamos patrocinadores, mas começamos mesmo assim.


Nos primeiros meses, comprávamos os alimentos de nosso bolso, então Deus começou enviar pessoas para nos ajudar, e as pessoas carentes começaram a aparecer e as despesas alimentar, então Deus começou a enviar Empresários para nos ajudar.
Com o problema da comida resolvido, começou a aparecer outros problemas o de acomodação, pois por alguns meses comíamos em pleno sol, Deus é fiel, e despertou em nós o desejo de construir um refeitório e uma cozinha (pois cozinhávamos em minha casa).
E Deus operou novamente, em menos de seis meses, construímos o refeitório e a cozinha e não somente isto Deus nos preparou todos os moveis e eletrodomésticos para a cozinha e duas grandes mesas para o refeitório.
Deus nos deu muitas alegrias, pois vimos muitos tomando a decisão por Cristo.
Hoje já não estou mais na Igreja da Vila Santa Terezinha, o Dc. Soares continua o Projeto sozinho, bem, sozinho entre aspas, pois as Mãos do Senhor continuam estendidas de forma maravilhosa. Hoje uma rede de supermercados e outros empresários da Itararé, estão apoiando o trabalho, a cozinha foi ampliada e o refeitório melhorado.
Tudo isto faz parte do Ide de Cristo





Pois eu estava com fome, e vocês me deram comida; estava com sede, e me deram água. Era estrangeiro, e me receberam na sua casa. Estava sem roupa, e me vestiram; estava doente, e cuidaram de mim. Estava na cadeia, e foram me visitar.” —Então os bons perguntarão: “Senhor, quando foi que o vimos com fome e lhe demos comida ou com sede e lhe demos água? Quando foi que vimos o senhor como estrangeiro e o recebemos na nossa casa ou sem roupa e o vestimos? Quando foi que vimos o senhor doente ou na cadeia e fomos visitá-lo?” —Aí o Rei responderá: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quando vocês fizeram isso ao mais humilde dos meus irmãos, foi a mim que fizeram.” Mt 25.35-40 NTLH


Igreja, Um Corpos em Unidade – Vivendo para Servir




Ensino Ministrado em nossa Congregação de

Santa Cruz dos Lopes

Dia 14 de Dezembro de 2009



Pb. Edinilson Figueira

Dirigente da Congregação



Igreja, Um Corpos em Unidade – Vivendo para Servir

Efésios 4.1-7

Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz; há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos. E a graça foi concedida a cada um de nós segundo a proporção do dom de Cristo.

O que é unidade?

Dicionário Aurélio

1.Quantidade que se toma arbitrariamente para termo de comparação entre grandezas da mesma espécie. 2.O número um. 3.Princípio da numeração. 4.Qualidade do que é um, ou único, ou uniforme. 5.Qualidade daquilo que não pode ser dividido. 6.Homogeneidade; igualdade, identidade, uniformidade. 7.Coordenação ou harmonia das partes de uma obra literária, artística, científica, etc. 8.Ação coletiva orientada para um mesmo fim; coesão, união. 9.Aquilo que, num conjunto, numa espécie, etc., forma um todo completo. 10.Tropa de soldados destinados a manobrar juntos. 11.Cada navio, na marinha de guerra. 12.Ecles. Profissão da mesma fé e respeito aos mesmos chefes. 13.Filos. Caráter do ser que é um em qualquer acepção. 14.Filos. Caráter do ser que é uno.

Dicionário Bíblico Wiciffe (pág 1977)

A palavra grega henotes, "uni­dade", foi usada em Efésios 4.3,13 para des­crever a unidade que deve existir dentro da igreja cristã. Ela está baseada na clara dou­trina de que há um só Salvador, um só Pai Celestial, um só Espírito Santo, um só batismo e só uma igreja aos olhos de Deus (Ef 4.4-6). Ela se tornou possível através do Es­pírito Santo, que capacitou os cristãos a pra­ticarem a paciência e a se amarem uns aos outros (vv. 2,3), e pelo uso inteligente e hu­milde dos dons concedidos à igreja (vv. 7-11). Seu grande objetivo é alcançado à me­dida que, na unidade da fé, cada cristão chega "à medida da estatura completa de Cristo" (v. 13).

Esse objetivo representa o cumprimento das palavras do Salmo de Davi que enaltece a excelência da união fraternal (SI 133.Iss.), e da oração Sumo Sacerdotal de nosso Senhor. "Para que todos sejam um" (Jo 17.21,22). Paulo exorta os crentes de Filipos a alcança­rem a unidade cristã "tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coi­sa" (Fp 2.2). Isso se torna possível quando cada um de nós assume a atitude de humil­dade que é característica de Cristo (Fp 2.3-5; veja Intelecto e Atitudes). R. A. K.


Paulo afirma aos Efésios que devemos nos esforçar para manter uma unidade, ou seja que mantenhamos o propósito de Cristo.

O propósito dá Igreja está bem firmado e baseado em Mc 16.15-16:

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado”

1º Fazer Missõe; Pregar à todas as pessoas; 3º Ensinar e Batizar àqueles que Crêem

Mas como realizar este propósito?

A resposta é simples e a formula nos é dada por aqueles que estavam no principio, A Igreja Primitiva. At 2.42-47

“E perseveravam na DOUTRINA dos apóstolos e na COMUNHÃO, no partir do pão e nas ORAÇÕES. EM CADA ALMA HAVIA TEMOR; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos. Todos os que creram ESTAVAM JUNTOS e tinham tudo em comum. Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade. Diariamente PERSEVERAVAM UNÂNIMES NO TEMPLO, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, ACRESCENTAVA-LHES o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.”

A Igreja continua a mesma, quem mudou foram os Crentes.

Se notarmos bem a União que havia entre os crentes daquela época fazia e marcava a diferença as pessoas viam o que Cristo estava a fazer no meio do Seu povo.

Mas veja que tudo isto era devido a uma Unidade no Espírito, Paulo mesmo diz aos Efésios 4.4-5

“há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo;”

Este corpo fala da Igreja, “o Corpo de Cristo” (I Co12.27) e em Colossenses fica bem claro esta idéia: “Ele (Cristo) é a cabeça do corpo, da igreja” Cl 1.18 grifo nosso.

E sendo cada um de nós parte integrante deste Corpo temos por objetivo o Crescimento e Edificação servindo a Deus com nossa própria vida, mesmo que não saibamos exatamente onde ou como devemos servir.

Veja por exemplo o órgão por nome de apêndice não se sabe ao certo qual função exerce. Porém, sabemos que ele possui grande quantidade de tecido linfóide, importante para atuar como defesa contra infecções locais. Nos lembramos dela somente quando ela inflama causando a tal da apendicite. Tudo no corpo tem seu valor e se está no corpo tem sua função.

A Bíblia deixa claro que “a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil.” (I Co 12.7), então nos mostra que independe se está claro ou não o nosso chamado temos de estar prontos para servir.

Tem uma passagem no Livro de Atos 9.36-41, que fala de uma mulher por nome de Dorcas (Gazela), ela não pregava, não cantava, não dirigia trabalho e nem era Dirigente do circulo de Oração, o trabalho dela não aparecia, sabe por que? Ela só costurava. Creio que alguns olhavam para ela e até a desprezavam achando que não havia relevância no que ela fazia. Mas quando ela morreu, todos viram quão importante era a presença desta mulher no meio da Igreja, há tal ponto que correram por todas as partes para chamar Pedro.

Isto ficou registrado para nos alertar a não desprezarmos o serviço que Deus nos tem posto para fazer.

Temos também no Livro de Lucas (2.25-38) a história de Simão e Ana, pessoas já de idade avançada que mesmo não aparecendo estavam no Templo aguardado e servindo.

A Igreja é um único Corpo, colocada por Cristo na terra para servir o seu Nome, até hoje não encontrei nas Sagradas Letra que é necessário ser rei ou ter muito dinheiro (mas se tiver não faz mal) para poder Servir ao Senhor.

Bem pelo contrário vejo um lindo quando em Jo 13.4-5, vejo o Criador do Universo, mesmo ressuscitou mortos, deu vista a cegos, movimento a paralíticos, despindo-se de todo a sua Gloria (mais uma vez) e tomando uma bacia e toalha para lavar os pés de Seus discípulos, Ele mesmo disse : “o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir”(Mc 10.45).

E Palavra ela deixa inúmeros exemplos do que acontece quando Servimos em Unidade.

Lucas nos mostra isto em Lc 5.18-25, quatro homens levaram este paralítico a Jesus, uniram-se para servir àquele que não poderia fazer nada por si.

A Igreja em Antioquia se uniu para pedir a Deus Missionários (At 13.2) e Deus lhes atendeu, então novamente se uniram “impodo-lhes as mãos” (At13.3) e foram grandes os resultados.

Quando Deus deu ordem a Ezequiel que soprasse sobre os ossos secos, mostrou-nos uma lição bem clara que é necessário apenas servir ao Seu propósito que a Obra será realizada, pois o Espírito espera que tenhamos um coração de servos, disposto a ouvir a Voz do Alto e cumprir sua vontade.

Quando estamos disposto a Servir em um Único Propósito Deus, se dispões a trabalhar em nosso favor.

“Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.”

At 2.47